Clareza na idéia : Tempo

Esta semana fui questionada sobre o tempo, sobre como administrar o “seu tempo”... Sem saber como e o quê responder ao certo, fui surpreendida por uma longa reflexão:





O tempo é a relação em que o ser humano tem com a sua vida; logo com suas ações.
Uma situação positiva ou negativa vivida não pode ser justificada pelo tempo, quanto mais transmitir ou qualificar a intensidade das sensações!
Mas infelizmente vivemos na era do “tempo corrido”, do “tudo tem seu tempo”, e da grande influência que esse simples detalhe pode afetar nossas vidas.
Podemos dizer que o tempo é determinado em minutos e horas, pois adotamos uma rotina e somos reféns destes símbolos que movem nossos dias. Mas o tempo também quer dizer MESES, que nos traz a fresca lembrança dos acontecimentos logo passados e da programação para uma nova jornada, organizando todos os compromissos.

Mais do que horas, minutos, dias ou meses, o TEMPO é contabilizado principalmente em ANOS, somando todas as experiências anteriores e alterando as que estão por vir...

Por isso o que você faz hoje não quer dizer que ainda esteja em tempo de se concretizar, perdoar, realizar ou desculpar... Tudo isso pode NÃO estar em tempo e quer dizer que cerca de 365 dias você continuará se perguntando: “O que fiz este ano?”

Pode ser que você viva até os 50, pode ser que até os 100, mas o que realmente irá importar no final de tudo será: COMO você fez e aproveitou o seu tempo? Será que ele foi visto apenas como um símbolo obrigatório de suas rotinas terrestres? Mais um vilão no concretizar das tuas ações?
Ou você soube aproveitar cada segundo em favor de você mesmo, estudando e transmitindo qualquer tipo de conhecimento? A verdade é que este tempo em que vivemos em FUNÇÃO da pressa deve ser realmente visto de forma que a intensidade do experimento seja de maior relevância para se provar algo.

A diferença entre aproveitar bem ou mal o seu tempo será vista quando chegastes ao céu:
Teus anjos lhe acolherão de braços abertos lhe dizendo: “Bem vindo! Você chegou a tempo, e descansará o necessário para prosseguir!”

Ou “seus anjos” lhe acolherão em meio a névoa escura apenas lhe informando: “ Que bom que você chegou! Ainda está em tempo de recuperar o que foi perdido! Voltemos ao TRABALHO!.”


Viva!

Comentários

  1. Luh,

    Este texto dialoga comigo. Mais do que muitos outros aqui. O Amarante diz na música Evaporar que "Tempo a gente tem quanto a gente dá", e esse texto me complemente dizendo "e como você dá". Reflexões do momento aqui, não sei desde quando, nem até quando, mas ando repensando (e muito) esse como.

    =)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Viva a Felicidade

Chama e Luz